Centro de Estágios e Formação do Sport Lisboa e Benfica

Janeiro de 2004

A PECS foi responsável pelos projectos de estrutura e fundações e de todas as especialidades do centro de estágio e formação do Sport Lisboa e Benfica.

 

Além do desenvolvimento dos projectos foi também responsável pela sua coordenação e pelo acompanhamento dos respectivos licenciamentos administrativos. Esta infra-estrutura desportiva integra sete edifícios e cinco campos de futebol.

Centro Comercial da Maia

Março de 2008

A PECS foi responsável pelos projectos de estrutura e fundações e de todas as especialidades do Centro Comercial Maia Jardim.

Este edifício destina-se a comércio, albergando um hipermercado Continente, com zona comercial adjacente e um parque de estacionamento. Possui 4 pisos, sendo o Piso -1 enterrado destinado a estacionamento, áreas técnicas e depósitos; o Piso 0,  semi-enterrado destinado parte a estacionamento e parte a área comercial; Piso 0A, piso elevado destinado parte a estacionamento, parte a zonas de escritórios e parte a zonas técnicas e Piso 1, cobertura, destinada parte a estacionamento, parte a zonas técnicas e parte a zonas verdes.

Descrição

O edifício está preparado para uma futura expansão, tendo uma área de implantação de cerca de 30 000 m2. O elevado comprimento do edifício em ambas as direcções (200x200 m), obrigou à introdução de juntas de dilatação, por forma a contornar os efeitos de retracção. Em todas as juntas há duplicação de elementos verticais. Ainda assim, os 4 módulos estruturais que constituem o edifício possuem um comprimento de cerca de 100 metros, em ambas as direcções. 

A solução estrutural passa pela utilização de lajes fungiformes maciças com capitéis piramidais e viga de bordo, havendo, no entanto, zonas do piso 1 em que se recorre a vigas pré-esforçadas para vencer vãos de maior dimensão. Para o piso 0 e piso 0A, na zona destinada a estacionamento, adoptou-se uma solução estrutural de laje fungiforme maciça em betão armado com 0,22m de espessura e com capitéis piramidais cuja altura varia entre os 0,57 m e os 0,22m. No seu contorno a laje apoia em vigas de bordadura ou muros de contenção. A estrutura do restante piso 0 é em tudo análoga à anterior, mas a espessura das lajes é de 0,25m e os capitéis variam entre 0,25m e 0,60m. Na generalidade do piso 1 a solução é idêntica à da área comercial do piso 0. No entanto, por cima do hipermercado os vãos têm muitas vezes 16 metros pelo que se recorre a uma solução em laje maciça apoiada em vigas de betão armado e em vigas pré-esforçadas. As alturas das vigas variam entre os 1,20m e 1,60m.

 

Os elementos verticais estão dispostos numa malha geral de 8 x 8 metros existindo algumas excepções nomeadamente ao nível do piso 1 onde os afastamentos atingem 16 metros. A resistência às acções horizontais é garantida principalmente pelos núcleos, paredes resistentes e pórticos existentes no interior e periferia do edifício.

Dadas as características do terreno, as fundações dos edifícios foram realizadas quer directamente por intermédio de sapatas, quer indirectamente por intermédio de estacas moldadas no terreno. A ligação entre as estacas de fundação e a restante estrutura é efectuada por intermédio de maciços de fundação com uma altura entre 0,90 e 1.10 m e dimensões em planta variáveis consoante as situações.

 

A PECS foi igualmente responsável pelo projecto da instações hidráulicas de todo o edifício, assim como pela coordenação dos restantes projecos de especialidades, os quais foram efectuados em associação com outro gabinete.

 

Os projectos de instalações hidráulicas efectuados abrangeram as redes de água para incêndio, incluindo as respectivas centrais de bombagem, redes de água pluviais, redes de águas domésticas, redes de águas gordurosas e redes de drenagem de águas freáticas. Fi implemenado um sistema de reaproveitamento das águas pluviais para utilização nas instalações sanitárias do edifício. As redes de águas pluviais foram projectadas utilizando o sistema PLUVIA, de modo a se conseguir vencer as grandes distências envolvidas sem necessidade de utilização de pendentes nas tubagens.

Ficha Técnica

Especialidades envolvidas:

  • Coordenação Geral de Especialidades;

  • Estabilidade;

  • Instalações Hidráulicas;

  • Instalações Especiais.

Cliente: Continente, Hipermercados, S.A.

Projecto: 2008 / 2009
Obra: 2008 / 2009
Valor de Obra: 35.000.000 €

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Asset 3@600x